Pra você que diz que gato não presta pra nada


Ninguém gosta de gato, cachorros são melhores, gatos são ruins e não gostam de ninguém, gatos não amam o dono, não são carinhosos […] mas todo mundo se derrete quando tem GIF passando no feed (que devem ser todos montagem, porque, se gato não presta, como que pode ser tão fofinho, carinhoso e engraçado como mostram nos vídeos?).

Numa era em que todas as coisas (sérias ou não) são transformadas em piada, me preocupa a incitação à violência — doméstica, verbal, psicológica e a com animais. Só na semana passada dois gatos morreram na minha rua, que é um lugar onde a maioria dos moradores possui algum bichinho, principalmente gatos (só minha vizinha tem 6: lindos e gordinhos por sinal). Isso me deixou muito chateada e com um nó na garganta, porque sei o que é perder um bichinho… e porque tenho duas gatinhas em casa.

Violência não tem graça. E se a gente fosse matar seres só porque não gostamos deles não restaria uma viva alma no planeta.

Agora, você aí que não gosta de gato, vamos conversar:

Você não pode adotar um gato esperando que ele se comporte como um cachorro (se é o que você espera dele, adote, obviamente, um cachorro). Eu acho que quem fala mal de gatinhos nunca teve a sorte de conhecê-los bem ou é porque tiveram experiências ruins com eles. Acontece, de verdade. Não é raro chegar na casa de alguém correr para apertar a barriguinha de um gato e ele se esquivar e sair correndo. Gatos são mais geniosos. E varia de cada um mesmo: tem gato que chega a ser chato de tão carente, gato que não gosta nem que encoste nele, que só quer carinho quando ele decide, gato que mesmo que não queira contato fica sempre por perto… gatos que, como vocês diriam, “tem alma de cachorro” (engraçado, que são os tipos iguaizinhos a de uma raça que por aí chamam de humana).

[Imagina você tirando um cochilo muito bom, tá amarradão dormindo, chega alguém te apertando — óbvio que você vai ficar puto. O gato também.]

Tem gato que escolhe um dono, apesar de que o gato é dono de tudo. Isso pode significar que ele não vai dar muita ideia para as outras pessoas, como pode significar que ele vai gostar de todo mundo, mas terá preferências. O gato não é previsível e você tem que respeitar o espaço dele. E isso tá longe de significar que ele não presta ou que ele é um animal ruim.

Essa é a Gabi, ou uma mortadela, eu ainda não decidi

Vocês dizem que um gato nunca te salvaria de um incêndio. Não posso dizer que salvaria, a estrutura de um gato impede que ele carregue alguém, não dá pra comparar com um cachorro de grande porte, é injusto. Mas tem muito gato que assim que vê o dono triste vai pra perto dele, gato que abocanha o dono pra tentar puxá-lo numa situação de perigo (vocês já viram o vídeo do gato que tenta salvar o dono da banheira, porque acha que ele tá se afogando?)… Gato que briga com quem parece uma ameaça pra família. Bichanos que agradeceram quando foram resgatados da rua (com cabeçadas e fazendo carinho); que ficam na porta esperando você voltar pra casa (falo muitos desses exemplos por experiência própria). Só não conhecendo mesmo os bichanos que alguém diria que eles são insensíveis. Talvez eles não pulem em você, lambam, e abanem o rabo pra mostrar essas coisas, o gato tem a maneira dele de demonstrar — mesmo que seja só deitar no seu colo e te fazer carinho.

O gato é um animal que precisa de muita liberdade e acho que esse é o maior problema em compreendê-los, porque isso é o maior reflexo da nossa incapacidade de lidar com o espaço do outro. Você adota um gato esperando que ele seja seu melhor amigo 24 horas por dia, fique do seu lado, agarrado em você: é porque você não quer um bichinho de estimação, ou não quer um gato. Saber lidar com essa liberdade é difícil pra quem já não tem tanta prática em lidar com isso em outros relacionamentos. E não é culpa do gato, é culpa sua.

Essa é a Malu e seu olhar 43

 

Claro que existe gato ruim, que te arranha, morde, que destrói tudo na casa, sobe nas cortinas, faz xixi em tudo… acontece. Como existe cachorro que faz a mesma coisa, mas ninguém aparece pra falar que cachorro não presta pra nada, né non?

E sobre a lealdade de um gato, ah… eles são muito leais. Mas você não o terá se não for leal a ele. Não coloquem a expectativa errada no bichinho — da mesma forma que fazem com outras pessoas. Vocês sempre dizem que lidar com bicho é melhor do que lidar com humanos, mas às vezes, é a mesma coisa.

Vamos parar com essa história de que cachorro é melhor que gato que é melhor que tartaruga que é melhor que passarinho… Não importa. A única coisa que realmente faz diferença é que você ame o bichinho que escolheu e que respeite os demais.

Adotar um bichinho é adotar a personalidade dele. Aqui em casa mesmo eu tenho que lidar com dois opostos: Malu e Gabi. Malu deixa pegar no colo, aceita um carinho, fica sentada no banco e perto da gente como se estivesse participando das conversas… na verdade ela até responde e conversa com você em cada miau; mas é geniosa, porque a casa é dela, o quarto é dela, minha mãe é dela. Gabi é de boa, não liga pra nada, não é muito fã de carinho (mas é impossível não tentar fazer porque ela é gordinha e fofinha, vide a mortadela lá em cima) e é caçadora de mosquitos e mariposas. E não é porque a Gabi é mais “distante” que ela não ame a casa dela: uma vez a porta ficou aberta e ela saiu, ninguém tinha visto e nem dado falta ainda, eu precisei sair e abri a porta para ver a caixa de correio… lá estava ela, deitadinha do lado de fora, quietinha, esperando alguém aparecer para ela entrar em casa de novo (e ela poderia ter fugido sem nem olhar pra trás ou ido pra casa da vizinha brincar com os outros 6 gatos).

Gato não é isso que vocês têm dito por aí. E de verdade, eu espero que vocês possam conhecê-los melhor para entender a graça e o amor que é ter um bichano que vem te dar carinho com cheiro de ração e amassa pãozinho no seu cobertor.

Aqui em casa a gente gosta tanto dos gatinhos que não podemos ver ninguém na rua que resgatamos, alimentamos e cuidamos até arrumarmos um nova casa. Se a gente pudesse ficar com todos eles, acreditem, ficaríamos.

Sessão de fotos amorzinha de gatos que resgatamos para amolecer e aquecer o coração de vocês:

<ilustração de capa: Moon Spells>

Mare

Anúncios